R$10,00

VASCONCELLOS, G. F. & VIDAL, J.W.B.
Ed. Casa Amarela, São Paulo, 2004
303 p., 21 x 14 cm, capa 2 cocres, miolo PB

REF: ener0021 Categoria:

Descrição

Capítulo 1 – Alienação energética.
Capítulo 2 – O sinistro Plano Real.
Capítulo 3 – Oligarquia dos Pardais.
Capítulo 4 – Prelúdio e fuga à civilização de um dia:
Biomassa: alimento e combustível; A biomassa na estética, nas ciências sociais e no poder; Novo modelo econômico e político de desenvolvimento.
Capítulo 5 – O dinheiro ou a vida.
Capítulo 6 – No país da mídia.
Capítulo 7 – Energia, política, folclore, midiologia e voto:
O fenômeno midiático; A energia da biomassa e a transição do regime; 1979 – Dura intervenção externa; O grupo nacionalista; O projeto da totalidade; Espaço e tempo coloniais; O ressurgir dos trópicos: biomassa já!; Impasses da conjuntura político-eleitoral; Energia como instrumento do poder nacional nos partidos políticos – O trabalhismo brasileiro atualizado; Os candidatos à presidência da república, a mídia e o projeto nacional; Descolonização energética.
Capítulo 8 – Entrevista I – Esquizofrenia financeira.
Capítulo 9 – Entrevista II – A reconquista do Brasil:
Sistema financeiro internacional apodrecido; Destruição programada da economia brasileira; Biomassa, alternativa mundial aos derivados do petróleo – De Chernobyl a Roraima; Projeto nacional.
Capítulo 10 – Entrevista III – A energia é nossa.
Capítulo 11 – Debate: J.W.Bautista Vidal e João Pedro Stedile.
Capítulo 12 – Depoimento – O capital financeiro contra o Sol:
Criação do Proálcool; A escola da biomassa; Os hidratos de carbono: biomassa; Biomassa: dividendos da energia solar; G~enese do uso da biomassa como combustível; Mente colonizada; Petrobrás – Empresa de energia; A questão ecológica; Energia, poder mundial; A intervenção estgrangeira em 1979; Pleno emprego – prioridade máxima do projeto nacional; Bloqueio videofinanceiro – a tragédia do nordeste brasileiro; A biomassa e a comunidade científica; A era civilizatória da biomassa – a função do Estado; A questão cultural; A substituição do óleo diesel; Álcool de mandioca; A preservação das florestas; Falsa economia de mercado; Guerra á vista; O petróleo é vosso; Satanização do Sul.

Informação adicional

Peso 0.458 kg

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Poder dos Trópicos – Meditação sobre a alienação energética na cultura brasileira”

O seu endereço de e-mail não será publicado.