ILUMINAÇÃO ECONÔMICA – CÁLCULO E AVALIAÇÃO
COSTA, Gilberto José Corrêa da

Editora PUC RS, Porto Alegre, 4ª. edição 2013
562 p., 21 x 14, 3 cm, capa 2 cores, miolo pb.

REF: ilumi Categoria:

Descrição

Este livro é dedicado àqueles interessados na ciência da iluminação. Nesta edição, o autor inclui, além da revisão dos três capítulos da primeira, três anexos tratando de temas de interesse atual. No primeiro aborda, pela primeira vez no Brasil, o Sistema Fitométrico de Unidades de Iluminação destinado à produção comercial de plantas; no segundo, uma preocupação dos arquitetos que se defrontam com o projeto de iluminação residencial, onde inexistem as curvas fotométricas tão necessárias em um projeto, com enfoque inédito no Brasil; no terceiro e último, as conseqüências da visão e da iluminação para a terceira idade e as preocupações que devem atender os projetistas de iluminação para um novo mercado em formação.

No capítulo primeiro são abordados os assuntos referentes à engenharia de iluminação e no que esta ciência interfere nos aspectos que estão vinculados com a pessoa, pois a iluminação é dirigida ao ser humano. Estes aspectos são de forma contumaz referenciados nos demais capítulos da obra.

No capítulo segundo é dada uma ênfase para a problemática da conservação da energia, ou mais precisamente, de como o estudante ou o especialista de iluminação pode tratar as questões relativas à eliminação do desperdício. Subsidiariamente são informados os métodos de cálculo tarifários e os estudos econômicos dele decorrentes. Este enfoque para a iluminação é inédito no país.

O capítulo terceiro aborda de forma consistente as grandezas e unidades empregadas em iluminação, procurando esclarecer a sua origem e as suas implicações nos estudos de iluminação econômica. O tratamento dispensado neste capítulo com referência ao índice de reprodução de cor também é inédito no país. Finalmente, o capítulo quarto apresenta de forma paulatina e exaustiva o tratamento das leis fotométricas e suas vinculações com o projeto de iluminação. Comenta ainda a questão relativa à medição e as normas brasileiras a ela vinculadas.

O tratamento dado ao projeto empregando luminância é também inédito em obras similares no país. Um total de aproximadamente 80 exemplos resolvidos consolida a teoria apresentada em mais de 200 figuras. Foi mantido o apêndice produzido pela ELETROBRÁS sobre a questão da iluminação energeticamente eficiente, visto ser uma permanente preocupação para o país.

CAPÍTULO 1: ENGENHARIA DE ILUMINAÇÃO Origens; Legislação; Percepção visual; Radiação; Visão; Luz e cor; Impacto sobre a conservação de energia.

CAPÍTULO 2 : CONSERVAÇÃO DE ENERGIA Por que conservar?; A equação fundamental; O levantamento dos dados; A tarifação elétrica brasileira; Algumas análises econômicas; A dimensão tempo nos estudos econômicos; Impacto sobre a conservação de energia.

CAPÍTULO 3 : GRANDEZAS E UNIDADES Sistema Internacional de Unidades; Ângulo sólido; Fluxo Luminoso; Intensidade Luminosa; Densidade superficial de fluxo luminoso; Luminância; Eficácia Luminosa; Grandezas colorimétricas; Impacto sobre a conservação de energia.

CAPÍTULO 4 : A FOTOMETRIA E SUAS LEIS Leis fotométricas; Lei dos difusores perfeitos; Fontes não puntiformes; Relação entre grandezas; Medições fotométricas; Representações da distribuição luminosa; Diagramas isso-iluminantes; Impacto sobre a conservação de energia.

              ANEXO 1 : A iluminação artificial para produção de plantas e o sistema fitométrico

              ANEXO 2 : Um enfoque para a iluminação residencial

              ANEXO 3 : Visão, iluminção e idosos

              ANEXO 4 : Iluminação energeticamente eficiente no Brasil: Evolução do mercado, economias de energia e políticas públicas.

Informação adicional

Peso 0.3 kg

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Iluminação Econômica – Cálculo e Avaliação”

O seu endereço de e-mail não será publicado.